Saúde feminina

Amamentação: importância e orientações principais

Publicado em:

12/1/2024

Atualizado em:
12/1/2024
Mulher amamentando o bebe

A amamentação é reconhecida como a melhor fonte de nutrição para a maioria dos bebês e vem com benefícios substanciais tanto para a mãe quanto para a criança.

Aqui está um resumo da sua importância e orientações principais:

Importância da Amamentação:

Para o Bebê:

  • Nutrição Ideal: O leite materno tem a proporção perfeita de proteínas, gorduras, carboidratos e nutrientes necessários para o desenvolvimento do bebê.
  • Imunidade: Contém anticorpos e componentes imunológicos que protegem o bebê contra infecções e doenças.
  • Desenvolvimento Físico e Mental: Vinculado a melhores resultados de saúde a longo prazo, incluindo desenvolvimento cognitivo e menor risco de certas doenças crônicas.

Para a Mãe:

  • Recuperação Pós-Parto: Ajuda o útero a retornar ao tamanho normal mais rapidamente e pode reduzir o sangramento após o parto.
  • Risco Reduzido de Doenças: Diminui o risco de câncer de mama e de ovário, depressão pós-parto e osteoporose.

Orientações Principais:

1. Início Precoce:

  • Iniciar a amamentação dentro de uma hora após o nascimento pode ajudar a estabelecer um bom padrão de amamentação e incentivar o vínculo entre mãe e bebê.

2. Amamentação Exclusiva:

  • Recomenda-se amamentação exclusiva (sem outros alimentos ou bebidas, nem mesmo água) pelos primeiros seis meses de vida.

3. Introdução de Alimentos Complementares:

  • Depois dos primeiros seis meses, recomenda-se continuar a amamentar enquanto introduz alimentos complementares apropriados para a idade até pelo menos 1 ano de vida, ou conforme recomendado pelo médico.

4. Compreensão da Pega e Posição:

  • Uma pega adequada e uma posição confortável são fundamentais para uma amamentação bem-sucedida e para prevenir dor e complicações.

5. Alimentação sob Demanda:

  • Amamentar sob demanda (quando o bebê mostra sinais de fome) é recomendado para satisfazer as necessidades nutricionais e de conforto do bebê.

6. Autocuidado Materno:

  • Uma mãe que amamenta deve cuidar de sua própria nutrição e hidratação, evitando álcool e cafeína excessivos e obtendo um descanso adequado.

7. Evitar o Uso de Mamadeiras e Chupetas:

  • No início, o uso de mamadeiras ou chupetas pode causar confusão de bicos e interferir na amamentação bem-sucedida.

8. Procurar Apoio:

  • Obter suporte de profissionais de saúde, como consultores em lactação, grupos de apoio à amamentação e o próprio pediatra, pode ser útil em qualquer fase da amamentação.
Dificuldade em perder peso, cansaço excessivo, falta de disposição?
Conheça a experiência LitiHomem-preparando-uma-salada
Newsletter Assuntos em Alta

Conclusão:

Amamentar é uma experiência extremamente benéfica, porém pessoal, e a abordagem de cada família à amamentação pode variar. Embora seja altamente recomendada, existem circunstâncias em que a amamentação pode não ser possível e as fórmulas infantis oferecem uma alternativa para garantir que o bebê receba a nutrição adequada. Para garantir que tanto as necessidades da mãe quanto as do bebê sejam atendidas, é importante buscar orientação e apoio profissional conforme necessário.

Newsletter Assuntos em Alta
Mulher-abrindo-liti-box
Seu copiloto para um novo estilo de vida
Conte com um cuidado contínuo para perder peso e viver com saúde.
Conheça a Liti
Descubra o plano para você
Liti Saúde

Escrito por

Liti Saúde
Artigo em revisão médica
logo-spotifylogo-instagramlogo-youtubelogo-linkedin
Logo-liti
CNPJ: 41.932.733/0001-41
descubra o plano para você