Bem-estar

Saúde feminina e suas fases: da adolescência à menopausa, como garantir uma vida saudável.

Publicado em:

8/3/2023

Atualizado em:
8/3/2023
Mãe e filha se abrançando, mostrando diferentes fases da vida da mulher.

De exames preventivos, vacinas e análise de histórico familiar até o autocuidado do dia a dia em cada fase.

Te convidamos a entender melhor sobre a saúde da mulher, um tema importante que merece atenção, principalmente no Dia Internacional da Mulher. As mulheres têm necessidades de saúde únicas que requerem cuidados e atenção especializados.

Manter uma rotina de bem estar com alimentação equilibrada, sono em dia e atividade física é crucial para o autocuidado de toda mulher. Em cada etapa da vida da mulher, da infância, passando pela puberdade ao fim do ciclo menstrual e até a pós-menopausa, requerem cuidados específicos, que passam pela manutenção de hábitos saudáveis e a realização de exames preventivos e idas ao ginecologista com regularidade. 

Confira abaixo o que deve ser feito em cada fase:

Adolescência: As consultas ginecológicas devem ser iniciadas após encerrado o ciclo com o pediatra. 

  • Orientações sobre a primeira menstruação 
  • Formas de amenizar os sintomas
  • Educação sexual
  • Escolha de métodos anticoncepcionais
  • Vacina do HPV 

Fase adulta: uma rotina de avaliação dos órgãos sexuais (útero e ovários).

  • Exames de papanicolau 
  • Exames de mamografia
  • Exames rotineiros de sangue (check-up) 

Maternidade: caso seja uma decisão da mulher, ela deve ser bem pensada, assessorada por profissionais para:

  • Acompanhamento dos hormônios e períodos férteis 
  • Acompanhamento da reserva ovariana com a possibilidade de congelamento dos óvulos

Climatério: é o período de transição entre a fase reprodutiva e a menopausa, ocorre uma queda dos hormônios femininos. E podemos notar: 

  • Irregularidade do ciclo que precisa de acompanhamento 
  • Alterações de humor 
  • Aumento do risco cardiovascular

A partir dos 50 anos, é fundamental que a mulher realize um exame de densitometria óssea, para monitorar a saúde óssea e identificar a osteopenia e a osteoporose. Além disso, deve fornecer ao médico uma história detalhada dos hábitos de vida e dos antecedentes pessoais e familiares, para o especialista avaliar quando e quais exames devem ser solicitados. 

Quais os hábitos saudáveis que toda mulher pode adotar?

O segredo do sucesso está em 4 dicas: 

  1. Nutrição adequada
  2. Prática de atividade física
  3. Sono de qualidade 
  4. Manejo do estresse 

Até 80% dos cânceres estão associados aos hábitos e ao estilo de vida, incluindo o câncer de mama que afeta mulheres em todo o mundo. É o câncer mais comum entre as mulheres, e a detecção precoce é fundamental para o sucesso do tratamento. As mulheres devem ser encorajadas a fazer exames regulares de rastreio e preventivos, que podem ajudar no diagnóstico precoce e no tratamento curativo. Aliado a isso, ''uma nutrição diversificada e baseada em alimentos naturais fornece os macros e micronutrientes essenciais para a atuação do sistema imunológico e para o bom funcionamento celular com um todo”, esclarece  Debora Terribilli, médica da Liti.

Uma alimentação adequada para o metabolismo feminino é crucial para a saúde da mulher. As mulheres têm necessidades nutricionais específicas que variam ao longo das fases da vida, como durante a gestação, a amamentação e a menopausa. 

Incluir cerca de duas porções ao dia de vegetais folhosos como espinafre, couve e brócolis são capazes de fornecer vitaminas, minerais e antioxidantes. Eles também são ricos em folato, essencial para mulheres em idade reprodutiva.

O consumo de peixes com maior teor de ômega-3 como o salmão, o atum e a sardinha, duas a três vezes na semana, pode ajudar a diminuir o risco de doenças cardiovasculares. 

Grãos integrais como o arroz integral, a quinoa e a aveia são ricos em fibras, o que ajuda a regular a digestão e a melhorar a flora bacteriana intestinal.

As frutas vermelhas (morangos, mirtilos e framboesas) são ricas em antioxidantes e possuem propriedades anti inflamatórias. Além de boas aliadas em estratégias de emagrecimento, por serem frutas com baixa concentração de frutose.As gorduras insaturadas como nozes, amêndoas e castanhas são associadas à diminuição do colesterol e também à redução do risco de doenças cardíacas.

A prática regular de exercícios faz parte do estilo de vida saudável. Além de estar relacionada à prevenção de doenças, tem uma série de impactos positivos na qualidade de vida, como a redução do estresse, o aumento da autoestima e autoconfiança e melhora das relações sociais. A atividade física é capaz de aumentar a expectativa de vida.  Exercitar-se por no mínimo 90 minutos por semana pode provocar uma  redução em até 35% do risco relativo de morte em mulheres, de acordo com um estudo publicado no periódico British Journal of Pharmacology. 

A saúde mental também é uma questão importante que afeta as mulheres e muitas vezes é estigmatizada e negligenciada. As mulheres são mais propensas do que os homens a sofrer de depressão, ansiedade e outras condições de saúde mental, que podem ter um impacto significativo em sua saúde e bem-estar geral.

É importante reconhecer e atender às necessidades únicas de cada mulher e aqui na Liti a nossa missão é cuidar e acompanhar as mulheres em todas as fases da vida.

Dificuldade em perder peso, cansaço excessivo, falta de disposição?
Conheça a experiência LitiHomem-preparando-uma-salada
Newsletter Assuntos em Alta
Newsletter Assuntos em Alta
Mulher-abrindo-liti-box
Seu copiloto para um novo estilo de vida
Conte com um cuidado contínuo para perder peso e viver com saúde.
Conheça a Liti
Descubra o plano para você
Liti Saúde

Escrito por

Liti Saúde
logo-spotifylogo-instagramlogo-youtubelogo-linkedin
Logo-liti
CNPJ: 41.932.733/0001-41
descubra o plano para você