Os riscos da gordura visceral

Publicado em:
20/9/2022
Atualizado em:
24/12/2023

Ela se forma ao redor dos órgãos e está ligada a dezenas de comorbidades - de colesterol alto a Alzheimer e câncer

A expressão "gordura magra" pode soar contraditória, mas é assim que comumente se refere à gordura visceral. Esta gordura se acumula em torno dos órgãos vitais na área abdominal, como o fígado, representando uma preocupação significativa para a saúde.

Ao contrário da gordura subcutânea, que fica logo abaixo da pele e é responsável pelas conhecidas "barriguinhas", a gordura visceral fica oculta atrás da musculatura abdominal. Ela pode não ser tão óbvia visualmente, mas é substancialmente mais perigosa.

Por que a Gordura Visceral é Preocupante?

Estudos ao longo dos anos demonstram que a gordura visceral está associada a uma série de problemas de saúde, incluindo colesterol alto, diabetes tipo 2, acidentes vasculares cerebrais, questões de fertilidade, certos tipos de câncer, doenças hepáticas e neurológicas. Recentemente, pesquisadores da Universidade de Washington (EUA) vincularam ainda a gordura visceral a um aumento nos casos de Alzheimer.

O perigo da gordura visceral reside na sua capacidade de liberar substâncias inflamatórias e hormônios, provocando inflamação crônica no organismo.

Como Identificar a Presença de Gordura Visceral?

Mesmo indivíduos com um peso corporal normal e sem gordura abdominal visível podem ter gordura visceral. Homens, mulheres pós-menopausa e quem consome bebidas alcoólicas regularmente estão mais propensos a acumular gordura nesta região.

O diagnóstico pode ser realizado tanto por profissionais de saúde quanto por meio de uma simples medição com fita métrica. Exames de imagem existem, mas a medição da circunferência abdominal é um método diagnóstico reconhecido internacionalmente.

Homens com circunferência abdominal superior a 94cm e mulheres acima de 88cm apresentam riscos maiores. Esses valores podem variar conforme características individuais, como etnia, e devem ser analisados em conjunto com outros fatores.

Como Eliminar a Gordura Visceral?

A chave para se livrar da gordura visceral envolve uma combinação de dieta saudável e atividade física regular. A gordura visceral pode indicar desequilíbrios em outros indicadores de saúde, tornando o acompanhamento profissional essencial.

Recomendações gerais da Universidade de Harvard (EUA) para redução da gordura corporal incluem:

  • Consumir uma dieta rica em frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas com baixo teor de gordura.
  • Evitar carboidratos refinados e alimentos com açúcares adicionados, como pães brancos e doces.
  • Realizar pelo menos 150 minutos de exercícios físicos de intensidade moderada a vigorosa por semana.
  • Dormir de sete a nove horas por noite.
  • Gerenciar o estresse e manter relacionamentos saudáveis.

Dificuldade em perder peso, cansaço excessivo, falta de disposição?
Conheça a experiência LitiHomem-preparando-uma-salada

Em resumo, prevenir o acúmulo de gordura visceral e outros problemas de saúde depende da consistência e do compromisso com um estilo de vida equilibrado e consciente. A persistência é o verdadeiro ‘segredo’ para uma vida saudável.

Quer saber mais sobre
Newsletter Assuntos em Alta
Mulher-abrindo-liti-box
Seu copiloto para um novo estilo de vida
Conte com um cuidado contínuo para perder peso e viver com saúde.
Conheça a Liti
Descubra o plano para vocêdescubra o plano para vocêDescubra o plano para você
logo-spotifylogo-instagramlogo-youtubelogo-linkedin
Logo-liti
CNPJ: 41.932.733/0001-41